terça-feira, novembro 22, 2011

CORO E ÓRGÃO em homenagem aos 200 anos de Liszt

O Comunicantus: Laboratório Coral recebeu apoio da Roland do Brasil, que emprestará o órgão eletrônico Trilium 788, da Rodgers, para a realização da Missa Choralis de Franz Liszt com o Coral da ECA-USP. Com regência de Marco Antonio da Silva Ramos e acompanhamento do organista Leonardo Fernandes, o concerto será no Grande Auditório do MASP, Museu de Arte de São Paulo.

Trilium 788 – Rodgers Instrument Corporation
Apoio: Roland do Brasil
Com apoio da Associação Brasileira dos Organistas, o concerto é a última apresentação da Missa de Liszt com o Coral da ECA, que é formado principalmente por estudantes universitários de música.

Liszt escreveu essa missa em 1865, numa fase em que buscava unir a expressividade romântica às tradições da música sacra. Para isso, utilizou uma combinação de temas gregorianos com uma harmonia muito densa.

O coro é o grande protagonista da Missa Choralis, em diferentes combinações com os conjuntos solistas e com o acompanhamento organístico, que trazem fortes contrastes, da sonoridade mais sutil e intimista até o efeito grandioso do conjunto.

Para o maestro Marco Antonio da Silva Ramos, “nesta Missa, não há nada do virtuosismo que costuma se associar a Liszt, nem para o coro, nem para o órgão. A trama, o interesse e o fluxo interpretativo, tudo se passa entre uma construção harmônica bastante cromática e sua oposição a poderosos uníssonos. Diante de tal quadro, o fraseado é a ferramenta do intérprete, consequência direta das dinâmicas propostas por Liszt”.

A professora de Repertório Coral do Departamento de Música, Susana Igayara, ressalta a importância dos estudantes terem contato com obras marcantes do repertório coral: “cantar uma obra como a Missa Choralis, de Liszt, implica em muito planejamento de ensaios e grande dedicação dos coralistas, mas o resultado sem dúvida vale a pena. Liszt tem um incrível conhecimento da sonoridade coral, tudo é absolutamente programado: o uso dos solos e dos tutti, os momentos em que o acompanhamento organístico é mais presente e aqueles em que ele desaparece para deixar a pureza das vozes, o uso dos registros vocais, como nos momentos em que tudo se dirige à região aguda, com certeza aproveitando o conteúdo simbólico associado à ideia de altura e divindade”.

O Festival Comunicantus de Coros, comemorando os 10 anos do laboratório coral, será realizado em dois dias, 1 e 3 de dezembro, e trará três coros por dia. Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do MASP, a R$10,00 e R$5,00 (estudantes e terceira idade).

A seguir, veja a programação completa.

01 de dezembro (5a feira, 20h30)

Classe de Regência Coral
Regência: Ariane Escórcio, Bruna Bianchini, Denise Castilho, Felipe Gutt, Filipe Fonseca, Isaac Terceros Montaño, Ivan Zurawsky, Marília Chibim, Nicolás Salaberry
(Alunos da classe do Prof. Marco Antonio da Silva Ramos)

Coral da Escola Lourenço Castanho
Regência: Marili Macruz,
Piano: Carla Paiva,
Percussão: Cássia Maria

Coral da ECA-USP
Regência: Marco Antonio da Silva Ramos,
Órgão: Leonardo Fernandes,
Solistas: Camila Rabelo, Raina Magdalon, Ana Elisa Portes Lima, Caiti Hauck, Fred Teixeira, Guilherme Sparrapan, Flávio Fachini, Nicolás Salaberry

03 de dezembro (sábado, 18h30)

Coral Escola Comunicantus
Regência: Abner Santana, Ana Paula Gabriel, Denise Castilho, Filipe Fonseca, Fred Teixeira, Marília Chibim
Piano: Ana Paula Gabriel

Coral da 3ª Idade da USP
Regência: Caiti Hauck, Filipe Fonseca, Leonardo Anunciação, Nicolás Ramírez Salaberry
Piano: Gabriela Luzvarghi, Mariana Trento

CoralUSP
Regência: Marcia Hentschel

Saiba mais sobre o instrumento que será usado no concerto do dia 01/dezembro:
http://www.rodgers.at/Rodgers/Downloads/T788.pdf