segunda-feira, junho 20, 2011

Retorno das Atividades do Comunicantus
2º semestre de 2011

Testes para novos coralistas

Coral da ECA-USP 03 de agosto, 12h.
Coral da Terceira Idade da USP 05 de agosto, 14h.
Coral Escola Comunicantus 05 de agosto, 18h30

Início dos ensaios

Studio Coral – Vozes Femininas 09 de agosto,20h-22h30min
Coral da ECA-USP08 agosto, 12h-13h30min
Coral da Terceira Idade da USP 12 agosto, 14h-16h
Coral Escola Comunicantus 12 agosto, 18h30min-20h40min

Informações pelo telefone 3091-4005, ramal 210 pelo e-mail comunicantus.secretaria@gmail.com

Visite o nosso Blog!

terça-feira, junho 14, 2011

Repertório coral brasileiro é o destaque de "Noite de Junho"

Na próxima 6ª feira, dia 17 de junho, três coros se reúnem às 20h30 no Auditório do Departamento de Música da USP. A “noite de junho” apresenta um repertório de canções corais, algumas pensadas originalmente como obras corais, e outras transpostas da canção popular por arranjadores-regentes.

O Studio Coral apresenta obras para coro feminino de Lorenzo Fernández, compositor que foi editor da Coleção Escolar e trabalhou junto com Villa-Lobos. As canções foram compostas nos ano 30, dentro de uma concepção de música a capella (sem acompanhamento instrumental), com textos poéticos que se referem ao tempo: manhãs e noites, inverno e verão. O destaque é a canção Noite de Junho, que dá nome ao programa, uma canção nostálgica e sensível que apresenta “vozes brandas ecoando longe” e comenta as memórias juninas da infância, com solo da aluna do curso de canto Gisele Reis.

O Coral Escola Comunicantus tem sido um espaço de aprendizado e de apresentação de novos regentes e arranjadores, o que poderá ser visto neste programa. Formado por coralistas leigos e por uma equipe de alunos de música que se alternam na regência, o coro trabalha a partir de ensaios de naipe, em que os jovens músicos ensinam e interagem com os coralistas. O repertório apresenta várias canções de amor. “Lá no Rancho” é um arranjo da aluna Sarah Alencar, a partir de uma canção composta por seu pai, que será apresenta ao público pela primeira vez. “Matona mia cara” é uma das canções mais conhecidas de Orlando de Lasso, em que um soldado alemão faz uma serenata à sua amada. O refrão que imita um instrumento de cordas é intercalado com estrofes que buscam um efeito cômico, já que o texto é recheado de erros gramaticais e de pronúncia, criando duplos sentidos e ironizando o ideal petrarquista da poesia amorosa, vigente na época de Orlando de Lasso. O “coro de românticos” de Amadeo Vives faz parte de uma zarzuela, gênero popular espanhol. Construído em forma de diálogo, o coro masculino faz galanteios ao coro feminino. Depois de algumas recusas, a peça termina com um beijo. O “final feliz” deste coro contrasta com o sentimento de saudade expresso em “Que nem jiló”, que compara o amor perdido ao gosto amargo do jiló. Mas apesar da saudade, a canção conclui que “o remédio é cantar”!

O Coral da 3ª Idade está ampliando seu repertório de canções populares brasileiras, com a estreia de “O morro não tem vez”, que vem somar-se a algumas das canções que marcaram os últimos anos do Coral. Ao mesmo tempo, o coro envereda por um novo gênero, apresentando um dos coros da ópera “As Bodas de Fígaro”, de W. A. Mozart.

Todos os alunos que se apresentam são orientados em uma disciplina prática de canto coral, pelos professores Marco Antonio da Silva Ramos e Susana Cecília Igayara. Regência, repertório, arranjo, dinâmica de ensaio e preparação vocal são alguns dos aspectos desenvolvidos nesta disciplina. Os mestrandos Fred Teixeira e Caiti Hauck, graduados pelo CMU, hoje desenvolvem pesquisas sobre canto coral, dentro da perspectiva do Comunicantus, que busca a integração entre a prática artística, a educação musical e a pesquisa acadêmica.

O Comunicantus: laboratório coral convida a todos para esta “Noite de junho” com canto coral. O Departamento de Música da ECA-USP fica na Cidade Universitária, no final da rua da Reitoria. O auditório tem cerca de 100 lugares e a entrada é franca.

segunda-feira, junho 13, 2011

Bolsa de monitoria para Repertório Coral



Bolsa de Monitoria para REPERTÓRIO CORAL:
inscrições abertas


Estão abertas as inscrições para bolsa de monitoria nas disciplinas de Repertório Coral (Projeto PEEG, da Pró-reitoria de Graduação). A bolsa, no valor de R$300,00, tem duração de 5 meses (agosto a dezembro).
A professora Susana Cecília Igayara, responsável pelo projeto, explica que o objetivo é facilitar o acesso aos materiais utilizados em aulas e trabalhos. "Boa parte do material que utilizo em aulas foi reunido em minhas pesquisas e nos cursos que tenho dado. Com relação ao repertório brasileiro, há uma enorme falta de edições de partituras e de bibliografia de referência. Há muitas gravações que não estão disponíveis comercialmente. A ideia de ter um bolsista auxiliando na organização de todo esse material é ótima, porque pode facilitar o acesso dos alunos, muitos deles ainda estão descobrindo o repertório coral e montando seu próprio acervo pessoal", diz a professora Susana.

Requisitos para inscrição
O bolsista deve ser aluno do Departamento de Música da USP e ter cursado pelo menos uma disciplina de Repertório Coral, com bom aproveitamento. "Todas as atividades da monitoria serão realizadas na 4a feira, dia em que dou uma disciplina pela manhã e outra à tarde. O monitor estará presente durante a aula e trabalhará em contato bem próximo comigo e com os alunos. Para quem já trabalha ou pretende trabalhar em canto coral é uma boa oportunidade, porque além de receber a bolsa, estará lidando com os materiais que fui reunindo ao longo do tempo: gravações, partituras, traduções, indicações bibliográficas...", adianta a professora Susana sobre as atividades do bolsista. “O processo das aulas é bem dinâmico, às vezes, no meio de um seminário surge uma indicação de leitura ou de audição, e minha ideia é que o monitor esteja lá para anotar e encaminhar o acesso a esse material, ver se já temos na biblioteca ou procurar na internet, por exemplo”, explica a professora.
Veja a seguir um resumo do projeto, e fique atento às datas. As inscrições vão até dia 26 de junho e o início da bolsa é dia 02 de agosto.
Material didático para o estudo de repertório coral
(Código do projeto: 4741)
Professora responsável: Susana Cecília Igayara
Objetivo do projeto: organizar o material didático usado em aulas e trabalhos de Repertório Coral (gravações, partituras, traduções e bibliografia de apoio).
Procedimentos metodológicos: O bolsista trabalhará diretamente com a professora, facilitando o acesso dos alunos aos materiais necessários para o estudo, bem como aos principais recursos encontrados na internet. O bolsista deverá acompanhar as aulas, manter um horário de atendimento com a professora e oferecer um horário de atendimento aos alunos, sempre às 4as feiras (manhã e tarde).
Atividades do bolsista: reunir todo o material necessário para o andamento das aulas e trabalhos, auxiliar na indicação de títulos a serem adquiridos, relacionar os principais sites com textos, partituras e gravações, revisar e digitar traduções de textos de obras corais estudadas. Alimentar o blog do laboratório coral (comunicantus.blogspot.com) com materiais que possam ser divulgados mais amplamente.
Período de realização: Início: 03/08/2011
Final: 14/12/2011
Horários: 4ª feira: das 9h00 às 12h00 e das 14h30 às 17h30 (6 horas).
Valor da bolsa: R$ 300,00 (5 meses)
Para o projeto completo, acesse o sistema Júpiter: https://sistemas.usp.br/jupiterweb/

COMENTÁRIO EM 11/AGOSTO/2011

Apesar de meu entusiasmo com o projeto, do parecer favorável e da inscrição de três excelentes alunos como candidatos à bolsa, o Projeto de Monitoria em Repertório Coral com bolsa para organização de material didático  não foi selecionado pela Comissão de Graduação da ECA. Mas aguardem as novas edições, porque pretendo reapresentar o projeto. Fui informada de que eram muitos os projetos para um número menor de bolsas, o que obrigou a Comissão a fazer cortes, mas já estou trabalhando para alcançar o nível de prioridade necessário.